terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Instalação do MySql Admin para gerenciar a base de dados de fotografias no ICA-AtoM

"Como instalar o MySql Administrator no Sistema Operacional Linux Ubuntu 11.10 e as suas funcionalidades básicas na administração de uma base de dados MySql (versão 5.0.6)"

A necessidade de otimizar a inserção e edição das informações referentes à descrição de fotografias no âmbito deste projeto, resultou em novas ideias e sugestões que aos poucos compartilhamos aqui.

A partir de um considerável número de registros em uma base de dados, é preferível utilizar um sistema administrador desse banco de dados em que esta base está inserida, visando agilizar e facilitar o serviço, ao invés de utilizar os cansativos comandos no terminal dos sistemas Linux. Nesta versão do Ubuntu, há algumas desvantagens (por exemplo a notável ausência do Java da Sun/Oracle) e claro, mais vantagens em relação às versões anteriores. Nesse post iremos mostrar um modo simples de instalar um ambiente de administração do MySql e apresentar as funcionalidades básicas dele (criar tabelas, inserir, editar e excluir registros), na versão 11.10 do Sistema Operacional Ubuntu.

Para instalar este administrador do MySql não tem mistério, o modo mais simples é acessar a Central de Programas do Ubuntu (no lançador de aplicativos do sistema operacional no canto superior esquerdo da área de trabalho) e pesquisar por “MySql admin”. Procure o software chamado “Administrador MySql” na página de resultados (cfe. a imagem abaixo) e clique em instalar.



Após concluir a instalação, vamos executá-lo. Vá ao menu novamente e procure por ele (cfe. imagem abaixo).



Será requisitada a senha do BD e os dados referentes ao usuário e servidor para autenticação. Após autenticar-se você verá a tela inicial do ambiente de administração de seu banco de dados. Há um menu lateral esquerdo com várias opções (informações sobre seu servidor, controle de serviço, parâmetros de inicialização, administração de usuários, computadores conectados, saúde do servidor e do BD, registro de eventos e erros, criação e restauração de backups e enfim: as bases de dados. Clicando em ‘Catalogs’, será listada logo abaixo, as bases de dados existentes. Ao selecioná-las, as suas respectivas tabelas serão listadas ao lado com as informações referentes à sua estrutura. Mais abaixo, há opções de criação, edição, manutenção (reparação, otimização, etc.) e atualização de tabelas. A imagem abaixo mostra a estrutura das tabelas nativas do MySql na base de dados “information_schema”.



Para visualizar os registros nas tabelas, clique com o botão direito do mouse sobre a tabela desejada e depois em “Edit data table”. Suas informações de acesso serão novamente requisitadas. Após autenticar-se você terá uma tela listando o conteúdo da tabela. Logo na parte superior há um campo destinado a escrever suas consultas em sql, que na minha opinião é um dos principais motivos para a instalação do Administrator MySql, já que quase todas as outras opções também podemos realizar no terminal, porém essa em especial por proporcionar uma visão mais clara e ampla do universo informacional em que estamos trabalhando e claro, esteticamente mais bonito e ajustado.. haha É nesse campo onde serão executadas as consultas de inserção, edição e exclusão dos registros. As consultas digitadas anteriormente no terminal do Ubuntu, agora podem ser digitadas neste campo, respeitando a sintaxe da linguagem SQL desse gerenciador.

E para simplificar, há também como alterar informações de um registro específico (que não é muito utilizado, pois normalmente isto é feito através do software de apresentação dos dados), sem escrever em sql. Há o botão “Start editing”. Clique nele para começar as edições. Depois vá ao campo desejado, clique com o botão direito e selecione a opção “Edit field in popup editor”. Será aberta uma janela para alteração dos dados. Feita as alterações, clique em OK. E para finalizar, clique no botão “Apply changes”. Segue uma imagem de exemplo:




Quanto à manutenção das tabelas, há as opções de otimizar, checar e reparar as tabelas. Para saber mais sobre estas opções, leia este artigo http://dev.mysql.com/doc/refman/4.1/en/repair-table.html
A imagem abaixo mostra o botão de manutenção das tabelas.



Bom, é isso por enquanto. Opiniões, críticas e sugestões são bem vindas. Abraço e até a próxima!


--
Dhion C. Hedlund

Um comentário:

  1. Tente uma ferramenta gratuita - Valentina Studio. Produto surpreendente! IMO é o melhor gerente mysql, para todas as plataformas. http://www.valentina-db.com/en/valentina-studio-overview

    ResponderExcluir